Hidrogeologia

Água: um recurso fundamental

Hidrogeologia: a Geologia a serviço da vida!

 

Hidrogeologia é o ramo da Geologia que estuda a interação das águas subterrâneas e as rochas que envolvem esse sistema. Estuda a água levando em consideração movimento, volume, qualidade e área de influência.

A Hidrogeologia permite estudar a vazão de um poço artesiano, a recarga de um aquífero e informações pertinentes ao bom aproveitamento e proteção destes depósitos subterrâneos de água.

De acordo com a composição mineralógica dos litotipos envolvidos no contexto da Hidrogeologia é possível prever a qualidade da água subterrânea do ponto de vista químico.

Ainda no ramo da Hidrogeologia há tipos especiais de águas (termais, minerais, por exemplo) ou estudos relacionados à Mineração, como por exemplo o acompanhamento e gestão do rebaixamento do lençol freático de minas a céu aberto e subterrâneas.

Uma grande interface com a Geologia Ambiental se dá ao realizar investigações de contaminação das águas subterrâneas por componentes químicos sintéticos (óleos, resíduos industriais) ou mesmo naturais (necrochorume, minerais radioativos que compõe rochas reservatórios).

Com o objetivo de otimizar o adequado uso dos recursos aquáticos a CLGeo Soluções em Geologia e Mineração atua junto a seus Clientes para buscar Soluções em outorgas de uso de água subterrânea, elaboração de projetos de poços artesianos, acompanhamento técnico da execução de poços tubulares, licenciamento junto ao DNPM de projetos de extração de água mineral.

Sempre buscamos minimizar os riscos inerentes à atividade através da investigação criteriosa das características hidrogeológicas do local, adotando ferramentas que permitem uma melhor avaliação do potencial de ocorrência de água subterrânea, juntamente com parceiros altamente qualificados – geofísica e sondagem, por exemplo.

Conheça outras soluções em serviços em Geologia e Mineração oferecidos pela CLGeo Soluções em Geologia e Mineração.

 

Share on LinkedInShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Deixe seu comentário!